Logo do Site - Banco de Questões
Continua após a publicidade..

(UNICAMP/2019) Entre os séculos XVII e XVIII, o nheengatu se tornou a língua de comunicação interétnica falada por diversos povos da Amazônia. Em 1722, a Coroa exortou os carmelitas e os franciscanos a capacitarem seus missionários a falarem esta língua geral amazônica tão fluentemente como os jesuítas, já que em 1689 havia determinado seu ensino aos filhos de colonos.

Com base na passagem acima, assinale a alternativa correta.

Continua após a publicidade..

Resposta:

A alternativa correta é a letra c)

O nheengatu é uma língua geral que se originou do contato entre os povos indígenas da família tupi-guarani e os colonizadores portugueses na Amazônia. Essa língua facilitava a comunicação entre os diferentes grupos étnicos e culturais que habitavam a região, e também servia como instrumento de dominação e catequização dos indígenas pelos colonos e missionários. A Coroa portuguesa reconhecia a importância do nheengatu para o projeto colonial, e por isso incentivava seu ensino e uso entre os agentes coloniais, especialmente os religiosos. O nheengatu era uma forma de controlar a mão de obra indígena, que era explorada nas atividades econômicas da colônia, como a coleta de drogas do sertão, a extração de madeira e a agricultura.

As outras alternativas são incorretas, pois:

  • a) Os jesuítas criaram um dicionário baseado em línguas indígenas, mas ele não foi amplamente usado na correspondência e na administração colonial, pois o português era a língua oficial da metrópole e da colônia.
  • b) O texto não se refere ao período pombalino e ao século XIX, mas sim aos séculos XVII e XVIII, quando o nheengatu ainda era uma língua de prestígio na Amazônia. Foi somente no século XVIII, com as reformas pombalinas, que a Coroa passou a restringir o uso do nheengatu e a impor o português como língua obrigatória na colônia.
  • d) A experiência do nheengatu não desapareceu completamente no processo de exploração da mão de obra indígena na Amazônia, pois muitos povos indígenas resistiram à imposição do português e mantiveram sua língua e cultura. Além disso, o nheengatu ainda é falado por algumas comunidades na Amazônia brasileira, colombiana e venezuelana.
Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após a publicidade..