Logo do Site - Banco de Questões
Continua após a publicidade..

(ESPCEX/2014) “Os primeiros trinta anos da História do Brasil são conhecidos como período Pré-Colonial. Nesse período, a coroa portuguesa iniciou a dominação das terras brasileiras, sem no entanto, traçar um plano de ocupação efetiva, […] A atenção da burguesia metropolitana e do governo português estavam voltados para o comércio com o Oriente, que desde a viagem de Vasco da Gama, no final do século XV, havia sido monopolizado pelo Estado português. […] O desinteresse português em relação ao Brasil estava em conformidade com os interesses mercantilistas da época, como observou o navegante Américo Vespúcio, após a exploração do litoral brasileiro, podese dizer que não encontramos nada de proveito”.(Berutti,2004) .

Sobre o período retratado no texto, pode-se afirmar que o(a)

Continua após a publicidade..

Resposta:

A resposta correta é a (E). O texto afirma que o desinteresse português pelo Brasil nos primeiros anos de colonização estava em conformidade com os interesses mercantilistas da época, que eram voltados para o comércio com o Oriente, em busca de especiarias e outros produtos valiosos. O Brasil, por outro lado, não apresentava nenhum produto que atraísse a atenção dos portugueses.

As demais alternativas estão incorretas.

(A) está incorreta porque o Tratado de Tordesilhas, assinado em 1494, dividiu o mundo em duas partes, atribuindo ao Portugal as terras situadas a leste de Greenwich. O Brasil, portanto, ficava dentro da área de influência portuguesa.
(B) está incorreta porque a distância marítima entre o Brasil e a Europa não era maior do que a distância entre a Europa e as Índias.
(C) está incorreta porque, embora a resistência indígena tenha sido um fator de dificuldade para a colonização portuguesa, ela não foi o principal motivo do desinteresse inicial dos portugueses pelo Brasil.
(D) está incorreta porque a abertura de um novo mercado na América do Sul poderia, na verdade, representar uma ameaça aos interesses portugueses no Oriente.

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após a publicidade..