Logo do Site - Banco de Questões

Questões Sobre Classificação dos Tipos de Indústria - Geografia - 2º ano do ensino médio

Continua após a publicidade..

1) Este seguimento industrial é muito importante para o crescimento econômico de um país, e se torna a indústria de base, pois é ele que fornece matéria-prima para as outras indústrias que irão produzir outros produtos.

  • A) siderúrgica
  • B) farmacêutico
  • C) naval
  • D) alimentício
  • E) têxtil
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta para a sua pergunta é a letra A) siderúrgica.

As indústrias siderúrgicas são aquelas que produzem ferro e aço, que são matérias-primas essenciais para outros setores industriais, como a construção civil, a metalurgia, a automobilística e a naval. As indústrias siderúrgicas são consideradas indústrias de base ou pesadas, pois exigem grande quantidade de energia e capital para funcionar. Elas também têm um grande impacto ambiental, pois geram poluição atmosférica e resíduos sólidos

Continua após a publicidade..

2) Assinale a alternativa incorreta em relação ao modelo de produção denominado Toyotismo

  • A) Células de produção.
  • B) Grandes estoques.
  • C) Just-in-time.
  • D) Produção flexível.
  • E) Qualidade total.
FAZER COMENTÁRIO

A alternativa incorreta é a letra B) Grandes estoques.

O Toyotismo é um sistema de produção que visa reduzir os estoques ao mínimo, produzindo apenas o necessário para atender à demanda. O conceito de Just-in-time se refere à sincronização entre os fornecedores, a produção e a venda, evitando o acúmulo de mercadorias e o desperdício de recursos.

3) Assinale a alternativa incorreta em relação ao modelo de produção denominado Fordismo:

  • A) Especialização do trabalho.
  • B) Esteira rolante.
  • C) Grandes estoques.
  • D) Mão-de-obra altamente qualificada.
  • E) Uniformidade e padronização da produção.
FAZER COMENTÁRIO

A alternativa incorreta é a letra D) Mão-de-obra altamente qualificada.

O fordismo caracterizava-se pela pouca qualificação dos operários, que realizavam tarefas simples e repetitivas na linha de montagem. O trabalho era dividido em etapas, e cada trabalhador era responsável por uma parte do produto final. Não havia necessidade de uma formação técnica ou profissional para executar as funções.

Continua após a publicidade..

4) O setor industrial tem se modernizado, utilizando tecnologias cada vez mais sofisticadas, como robôs e equipamentos de grande precisão. No entanto, alguns seguimentos da indústria não possuem grandes aparatos tecnológicos. Marque aalternativa que corresponde ao tipo de indústria que utiliza pouca tecnologia no processo de produção.

  • A) Indústria moderna
  • B) Indústria de ponta
  • C) Indústria tradicional
  • D) Indústria de bens de consumo
  • E) Indústria de bens intermediários
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta é a letra C) Indústria tradicional.

As indústrias tradicionais são aquelas que utilizam pouca tecnologia no processo de produção, geralmente baseadas em mão de obra intensiva e baixa produtividade. Elas costumam produzir bens de consumo não duráveis, como alimentos, bebidas, vestuário, calçados, etc. As indústrias tradicionais são mais comuns em países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, onde há uma grande disponibilidade de mão de obra barata e pouco investimento em inovação tecnológica.

5) O segmento industrial que tem sua produção destinada diretamente para o mercado consumidor, a partir de bens provenientes das indústrias de base ou de recursos ligados à agricultura, é:

  • A) Indústria de bens de consumo
  • B) Indústrias extrativas
  • C) Indústrias de bens de produção
  • D) Indústrias de equipamentos
FAZER COMENTÁRIO

Alternativa correta letra A) Indústria de bens de consumo

O segmento industrial que tem sua produção destinada diretamente para o mercado consumidor, a partir de bens provenientes das indústrias de base ou de recursos ligados à agricultura, é a indústria de bens de consumo. Esse tipo de indústria, também chamado de indústria leve, produz mercadorias que são usadas pelos consumidores finais, como alimentos, roupas, calçados, móveis, eletrodomésticos, etc. As indústrias de bens de consumo podem ser classificadas em bens duráveis e bens não-duráveis. Os bens duráveis são aqueles que têm uma vida útil longa, como automóveis, geladeiras, televisores, etc. Os bens não-duráveis são aqueles que se esgotam rapidamente ou têm uma vida útil curta, como alimentos, bebidas, produtos de higiene e limpeza, etc.

Continua após a publicidade..

6) (UERJ – 2011) Associação chinesa pede boicote a mineradoras

O presidente da Associação de Ferro e Aço da China pediu ontem que os importadores licenciados do país boicotem as três grandes empresas de minério de ferro nos próximos dois meses. O pedido é uma clara referência à brasileira Vale e às anglo-australianas BHP Billiton e Rio Tinto, que vêm impondo mudanças nos acordos de compra e venda do minério, determinando preços mais elevados.
Adaptado de O Globo, 03/04/2010

O comportamento adotado pelas três empresas mineradoras, caso seja comprovado, configuraria a seguinte prática econômica:

  • A) cartel
  • B) holding
  • C) dumping
  • D) incorporação
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta para a questão é a letra A) cartel.

Um cartel é uma prática econômica em que duas ou mais empresas que atuam no mesmo segmento de mercado combinam preços, quantidades e condições de venda de seus produtos, visando eliminar a concorrência e aumentar os lucros.

Um cartel geralmente é feito por meio de acordos secretos entre as empresas envolvidas. No caso das três empresas mineradoras, elas estariam formando um cartel ao impor mudanças nos acordos de compra e venda do minério de ferro, determinando preços mais elevados para os importadores chineses.

7) As inovações tecnológicas permeiam a evolução da sociedade humana e, consequentemente, do espaço geográfico. Entre elas, destacam-se os sistemas de produção industrial e de organização do trabalho, que coexistem na atualidade com objetivo comum de aumentar a produtividade para a ampliação dos lucros. Nesse contexto, as empresas vêm adequando o seu ritmo de produção às demandas do mercado, evitando o desperdício, investindo em tecnologia de ponta e automação e terceirizando o processo produtivo para firmas médias e pequenas, que passam a orbitar em torno da corporação. Esse modelo de organização da produção e do trabalho é denominado

  • A) fordismo.
  • B) “dumping”.
  • C) taylorismo.
  • D) “holding”.
  • E) “just-in-time”.
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta para a questão é a letra E) “just-in-time”.

O “just-in-time” é um sistema de produção que visa reduzir os estoques, os custos e o desperdício, produzindo e entregando os produtos de acordo com a demanda do mercado. Esse sistema foi desenvolvido pela Toyota no Japão, após a Segunda Guerra Mundial, e se tornou um modelo de gestão industrial adotado por muitas empresas no mundo todo. O “just-in-time” exige uma maior coordenação entre os fornecedores, os processos produtivos e os clientes, além de um alto nível de qualidade e eficiência.

As outras alternativas estão incorretas, pois não correspondem ao modelo de organização da produção e do trabalho descrito no enunciado. O fordismo e o taylorismo são sistemas de produção em massa, baseados na padronização, na divisão do trabalho e na especialização dos operários. O “dumping” é uma prática comercial que consiste em vender produtos abaixo do preço de custo para eliminar a concorrência e conquistar o mercado. O “holding” é uma forma de organização empresarial que consiste em uma empresa controladora que possui participação acionária em outras empresas.

Continua após a publicidade..

8) Analise o gráfico.

A partir da análise do gráfico e de conhecimentos sobre as características qualitativas do comércio exterior brasileiro, o termo que exprime corretamente a orientação assumida pela pauta de exportações brasileiras a partir do século XXI é o de

  • A) sofisticação.
  • B) industrialização.
  • C) estagnação.
  • D) reprimarização.
  • E) crescimento.
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta para a questão é a letra D) reprimarização.

Reprimarização é o termo que exprime o aumento da participação relativa dos produtos básicos na pauta de exportações brasileiras, em detrimento dos produtos manufaturados e semimanufaturados. Esse fenômeno ocorreu a partir do século XXI, principalmente devido à alta demanda por commodities por parte da China e de outros países emergentes, que elevou os preços desses produtos no mercado internacional. Além disso, a crise econômica mundial de 2008 e a desvalorização cambial do real também contribuíram para a reprimarização das exportações brasileiras, que se tornaram menos competitivas em relação aos produtos industrializados de outros países.

O gráfico mostra que a participação dos produtos básicos nas exportações brasileiras aumentou de cerca de 30% em 2000 para mais de 50% em 2010, enquanto a participação dos produtos manufaturados diminuiu de cerca de 60% para menos de 40% no mesmo período. Os produtos semimanufaturados mantiveram uma participação estável em torno de 10%. Esses dados confirmam o processo de reprimarização da pauta exportadora brasileira no século XXI.

9) O processo de industrialização do Nordeste iniciou-se na segunda metade do século XIX. No início do século XX, sofreu a implantação de indústrias diferentes das até então existentes. A SUDENE reanimou o desenvolvimento industrial nordestino. Assinale a alternativa correta que se relaciona às afirmações anteriores

  • A) A SUDENE criando novas indústrias nas décadas de 60 e 70 aumentou sensivelmente o número de empregos, nas capitais nordestinas e reduziu as migrações para essas capitais.
  • B) A SUDENE conseguiu reanimar as indústrias tradicionais, na primeira metade do século XX, incentivando a implantação de fábricas de extração de óleo de sementes de algodão, de mamona e de oiticica que não sendo automatizadas resolveram, em boa parte, a questão do emprego.
  • C) A implantação de usinas de açúcar e de fábricas de tecidos ligadas à produção do algodão, do agave e caroá foi iniciada apenas após a criação da SUDENE, na década de 1950.
  • D) Apesar da SUDENE provocar um certo desenvolvimento industrial, não houve uma diversificação nos tipos de indústrias do Nordeste, após a década de 1950, permanecendo a mesma estrutura industrial, baseada na manufatura de produtos agrícolas.
  • E) Incentivos fiscais contribuíram para a implantação de novas indústrias e a modernização de algumas das antigas, no entanto, a SUDENE investindo mais em áreas que já apresentavam um certo dinamismo econômico, não minimizou a pobreza nordestina e as migrações para as grandes cidades
FAZER COMENTÁRIO

A alternativa correta é a letra (E)

A letra E afirma que os incentivos fiscais contribuíram para a implantação de novas indústrias e a modernização de algumas das antigas, mas que a SUDENE investiu mais em áreas que já apresentavam um certo dinamismo econômico, não minimizando a pobreza nordestina e as migrações para as grandes cidades. Essa afirmação está de acordo com o que foi relatado pelo portal oficial da SUDENE1, que reconhece que a autarquia teve seus recursos e objetivos enfraquecidos e deturpados após o golpe militar de 1964, e que muitos dos projetos industriais incentivados pela SUDENE não geraram os benefícios esperados para a população local. Além disso, o portal também afirma que a SUDENE foi fechada em maio de 2001, após denúncias de corrupção e favorecimento de clientelas.

Continua após a publicidade..

10) Com o avanço do processo de globalização, a industrialização estendeu-se a vários países e regiões do mundo, levando à superação do modelo clássico da Divisão Internacional do Trabalho, em que cabiam aos países ricos a produção e a exportação de manufaturados e aos países pobres a produção e a exportação de matérias-primas. No modelo atual, há uma tendência clara de deslocamento de alguns tipos de indústrias para países periféricos, atendendoa interesses econômicos e estratégicos das grandes corporações. São exemplos de indústrias que, no processo de desconcentração industrial, privilegiaram sua localização em alguns países periféricos da Ásia e América Latina, EXCETO:

  • A) indústrias de base, como as siderúrgicas, metalúrgicas ou petroquímicas, pelas vantagens locacionais oferecidas próximo às áreas produtoras das matérias-primas.
  • B) indústrias de bens de consumo não duráveis ou semiduráveis, como as indústrias de alimentos, bebida ou de vestuário, em virtude da elevada disponibilidade de mão de obra barata e da proximidade dos mercados consumidores.
  • C) indústrias de alta tecnologia, vinculadas a setores como a informática, telecomunicação por satélites e produtos aeroespaciais, que exigem mão de obra altamente qualificada e vinculação estreita com grandes centros de pesquisa e universidades.
  • D) indústrias de bens de consumo duráveis como móveis, eletrodomésticos e automóveis, que, apesar de destinarem-se a um mercado consumidor mais amplo, favoreceram-se de benefícios fiscais e de parcerias locais.
FAZER COMENTÁRIO

A alternativa correta é a letra C, pois as indústrias de alta tecnologia não se enquadram no processo de desconcentração industrial que ocorreu em alguns países periféricos da Ásia e América Latina. Essas indústrias exigem mão de obra altamente qualificada e vinculação estreita com grandes centros de pesquisa e universidades, o que não é facilmente encontrado nesses países. Além disso, essas indústrias tendem a se concentrar em regiões desenvolvidas, como os Estados Unidos, a Europa e o Japão, onde há maior demanda por seus produtos e serviços.

As demais alternativas são exemplos de indústrias que se beneficiaram da desconcentração industrial, buscando vantagens locacionais, como menor custo de produção, incentivos fiscais, proximidade dos mercados consumidores e das matérias-primas. A desconcentração industrial no Brasil é o fenômeno espacial de mudança das unidades fabris da porção concentrada do país para regiões interioranas1. Essa desconcentração é fruto de ações do poder público, modernização das infraestruturas nacionais e busca por menores custos de produção

1 2