Logo do Site - Banco de Questões
Continua após a publicidade..

A fim de problematizar a discussão sobre o compromisso social do psicólogo, Bastos, Yamamoto e Rodrigues (2013) consideram alguns critérios de compromisso social. De acordo com esses autores, há um critério “…segundo o qual não é suficiente localizar as atividades do psicólogo em espaços criados para a inclusão de usuários não atendidos, se não há a perspectiva de transformação e supressão das desigualdades sociais.” Trata-se do critério de

Continua após a publicidade..

Resposta:

A alternativa correta é letra B) direção política.

Gabarito Letra D

A fim de problematizar a discussão sobre o compromisso social do psicólogo, Bastos, Yamamoto e Rodrigues (2013) consideram alguns critérios de compromisso social. De acordo com esses autores, há um critério "...segundo o qual não é suficiente localizar as atividades do psicólogo em espaços criados para a inclusão de usuários não atendidos, se não há a perspectiva de transformação e supressão das desigualdades sociais." Trata-se do critério de

 

Vamos relembrar os critérios mencionados na questão:

 

O risco desse critério é localizar o contexto em que se dá o compromisso social, ao mesmo tempo rejeitando atuações em outros segmentos e desconsiderando o tipo de prática que está sendo transposta para espaços como os de políticas públicas e de bem-estar social. Pode-se reduzir ainda mais a amplitude do significado de compromisso social com a adoção do critério de direção política, segundo o qual não é suficiente localizar as atividades do psicólogo em espaços criados para a inclusão de usuários não atendidos, se não há a perspectiva de transformação e supressão das desigualdades sociais. Assim, qualquer prática assistencialista pode ser acusada de ser meramente reformista, contribuindo para perpetuar uma ordem social marcada pela desigualdade e pela exclusão. O compromisso social, portanto, seria garantido somente pela adoção de uma lógica de ruptura, por ações transformadoras que ajudem a reverter um modo de vida que não é adequado às expectativas e aos valores de grande parte da população submetida às normas da elite. O psicólogo deve, nesse sentido, investir em tornar as pessoas e os grupos agentes ativos em um processo de mudança social maior. Há, contudo, alguns riscos atrelados a essa dimensão: com o foco em determinado segmento e na causa de transformação social, o psicólogo pode ser ameaçado de perder sua identidade profissional e construir uma psicologia classista e voluntarista, descolada dos conhecimentos teóricos e dos aspectos técnicos de sua prática. Alguns desses riscos promovem uma preocupação que se concretiza no terceiro critério, voltado à renovação das práticas, ou seja, até que ponto uma atuação em transformação social é efetiva se as práticas empregadas não atendem aos objetivos esperados? Ao discutir critérios que definem o compromisso social da Psicologia, Bock (1999) alerta para a necessidade de sair de um modelo médico, curativo, e questiona se as práticas desenvolvidas para atender a um segmento específico dão conta da realidade da maioria da população. Espera-se, em vista disso, que sejam desenvolvidas novas práticas, nova natureza, novos modelos de implantação das ações mais tradicionais e revisão dos instrumentos mais clássicos de intervenção. A limitação, nesse caso, está na imposição de uma necessidade de mudança sem um diagnóstico prévio do que é realmente imprescindível mudar e de quais os limites extrínsecos, estabelecidos pelo contexto em que ocorrem essas práticas. Talvez, por isso, seja comum verificarmos uma diversificação efetiva dos contextos de atuação desacompanhada das alterações nas práticas clássicas. Silva (2004) constatou um número reduzido de trabalhos inovadores, decorrentes de uma postura crítica e reflexiva, ao analisar os estudos apresentados na 1ª Mostra Nacional de Práticas em Psicologia, realizada em 2000, cujo tema foi “Psicologia e Compromisso Social”.


a)  renovação.
b)  direção política.

c) orientação teórica.

d) expansão.

 

O que a questão descreve é o critério de direção política.

Nosso gabarito é Letra D

Fonte: O trabalho e as organizações [recurso eletrônico] : atuações a partir da psicologia / Organizadoras, Livia de Oliveira Borges, Luciana Mourão. – Dados eletrônicos. – Porto Alegre : Artmed, 2013.

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após a publicidade..