Logo do Site - Banco de Questões
Continua após a publicidade..

(Ufjf-pism 2 2017) Em julho de 1789, houve a explosão de movimentos populares em Paris. Artesãos, operários e desempregados se envolveram fortemente com o processo revolucionário, que ocasionou a tomada da Bastilha, momento simbólico da Revolução Francesa. Os grupos populares que protagonizaram a revolução passaram a ser conhecidos como sans-culottes.

Em relação aos sans-culottes, assinale a resposta que CORRESPONDA às suas reivindicações e atitudes.

Continua após a publicidade..

Resposta:

A alternativa correta é a letra D.

Os sans-culottes eram os trabalhadores urbanos que participaram ativamente da Revolução Francesa, especialmente nos momentos mais radicais, como a Queda da Bastilha, a Insurreição de 10 de Agosto e a Convenção Nacional. O termo sans-culottes significa “sem calções”, pois eles usavam calças compridas, ao contrário dos nobres que usavam calções curtos. Os sans-culottes representavam os setores sociais médios e pobres da sociedade francesa, como artesãos, operários, pequenos comerciantes e desempregados.

Os sans-culottes tinham reivindicações e atitudes que expressavam o seu descontentamento com a situação política e econômica da França. Eles exigiam melhores condições de vida e participação política, pois sofriam com a fome, a inflação, a falta de trabalho e a exclusão dos direitos de cidadania. Eles saqueavam armazéns e tomando edifícios governamentais, pressionando as autoridades revolucionárias a atenderem as suas demandas. Eles defendiam que os preços fossem tabelados, que os impostos fossem distribuídos de forma igualitária, que os bens da Igreja e da nobreza fossem confiscados e que os inimigos da revolução fossem julgados e executados. Eles também se aliavam aos camponeses, que também lutavam contra a exploração e a opressão do Antigo Regime.

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após a publicidade..