Logo do Site - Banco de Questões

Questões Sobre Idade Média - História - 7º ano

Continua após a publicidade..

1) Identifique a alternativa INCORRETA e justifique sua escolha.

Sobre as cidades medievais, pode-se afirmar:

A) Tiveram diferentes origens: algumas nasceram ao redor de feiras, outras, às margens dos rios, outras, ainda, em torno do castelo de um nobre.

B) Muitas dessas cidades se localizavam nas terras de um nobre, a quem os moradores tinham de pagar impostos e prestar serviços gratuitos.

C) Para se libertar do controle dos nobres, os habitantes das cidades uniam seus esforços e compravam cartas de franquia.

D) As cidades medievais não apresentavam nenhum dos problemas das cidades atuais​

FAZER COMENTÁRIO

A alternativa correta é letra D) As cidades medievais não apresentavam nenhum dos problemas das cidades atuais​

A) Correta. As cidades medievais realmente surgiram de diversas formas, incluindo ao redor de feiras, nas margens de rios ou em torno de castelos.

B) Correta. Era comum que cidades medievais estivessem em terras de nobres, e os moradores pagavam impostos e prestavam serviços a eles.

C) Correta. Os habitantes das cidades muitas vezes se uniam para comprar cartas de franquia, que lhes garantiam certos direitos e independência dos nobres.

D) Incorreta. Esta é a alternativa incorreta porque as cidades medievais, assim como as cidades atuais, enfrentavam vários problemas, como superlotação, saneamento inadequado, e doenças.

Portanto, a alternativa D é a incorreta, pois afirma que as cidades medievais não tinham problemas comuns às cidades modernas, o que não é verdade. As cidades medievais enfrentavam muitos desafios, alguns dos quais persistem até hoje.

Continua após a publicidade..

2) “[…] o aumento demográfico, ocorrido do século XI ao XVI, permitiu a multiplicação da nobreza cada vez mais parasitária. Seus hábitos de consumo tornaram-se mais exigentes e maiores, o que determinava uma necessidade de renda cada vez mais elevada. Segue-se, pois, uma superexploração do trabalho dos servos, exigindo-se destes um maior tempo de trabalho […]”.

O texto descreve uma das causas, na Europa, da:

  • A) formação do modo de produção asiático.
  • B) consolidação do despotismo esclarecido.
  • C) decadência do comércio que produziu a ruralização.
  • D) crise que levou à desintegração do feudalismo.
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta é D) crise que levou à desintegração do feudalismo.

O texto descreve um dos fatores que contribuíram para a crise do sistema feudal na Europa. O aumento demográfico, ocorrido do século XI ao XVI, levou ao crescimento da população rural, que passou a exigir melhores condições de vida. A nobreza, por sua vez, aumentou seus gastos, o que levou a uma maior exploração dos servos.

As alternativas (A), (B) e (C) estão incorretas.

A alternativa (A) está incorreta, pois o modo de produção asiático é um sistema econômico que se caracteriza pelo controle do Estado sobre a produção, o comércio e a distribuição de bens. O texto não descreve nenhum desses elementos.

A alternativa (B) está incorreta, pois a consolidação do despotismo esclarecido ocorreu no século XVIII, mais de 200 anos após o período descrito no texto.

A alternativa (C) está incorreta, pois a decadência do comércio ocorreu no século XIV, como consequência da crise do feudalismo.

3) A partir do século XII, em algumas regiões européias, nas cidades em crescimento, comerciantes, artesãos e bispos aliaram-se para a construção de catedrais com grandes pórticos, vitrais e rosáceas, produzindo uma “poética da luz”, abóbadas e torres elevadas que dominavam os demais edifícios urbanos. O estilo da arte da época é denominado

  • A) renascentista
  • B) bizantino
  • C) românico
  • D) gótico
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta é D) gótico.

O estilo artístico que surgiu na Europa a partir do século XII e se caracterizou por grandes pórticos, vitrais e rosáceas, produzindo uma “poética da luz”, abóbadas e torres elevadas é denominado gótico.

As características do estilo gótico incluem:

Arquitetura: abóbadas ogivais, pilares esbeltos, vitrais coloridos e rosáceas.
Escultura: figuras estilizadas e expressões dramáticas.
Pintura: perspectiva linear e naturalismo.

O estilo gótico foi um movimento de renovação da arte e da arquitetura que se espalhou pela Europa, tendo como principal centro a França. As catedrais góticas são consideradas obras-primas da arquitetura mundial.

As alternativas (A), (B) e (C) estão incorretas.

A alternativa (A) está incorreta, pois o estilo renascentista surgiu na Itália no século XIV.

A alternativa (B) está incorreta, pois o estilo bizantino surgiu no Império Bizantino no século IV.

A alternativa (C) está incorreta, pois o estilo românico surgiu na Europa no século XI.

Portanto, a alternativa correta é (D), pois o estilo gótico é o único que apresenta as características descritas no enunciado.

Continua após a publicidade..

4) Do Grande Cisma sofrido pelo cristianismo no século XI, resultou:

  • A) o estabelecimento dos tribunais da Inquisição pela Igreja católica.
  • B) a Reforma protestante, que levou à quebra da unidade da Igreja católica na Europa Ocidental.
  • C) a heresia dos albigenses, condenada pelo papa Inocêncio II.
  • D) a divisão da Igreja em católica romana e ortodoxa grega.
FAZER COMENTÁRIO

A resposta correta é D) a divisão da Igreja em católica romana e ortodoxa grega.

O Grande Cisma do Oriente foi um evento que ocorreu em 1054, quando o patriarca de Constantinopla, Miguel Cerulário, foi excomungado pelo papa de Roma, Leão IX. Essa excomunhão levou à divisão da Igreja cristã em duas vertentes: a Igreja Católica Apostólica Romana, sediada em Roma, e a Igreja Católica Apostólica Ortodoxa, sediada em Constantinopla.

As alternativas (A), (B) e (C) estão incorretas.

A alternativa (A) está incorreta, pois os tribunais da Inquisição foram estabelecidos pela Igreja católica no século XIII, mais de 200 anos após o Grande Cisma.

A alternativa (B) está incorreta, pois a Reforma protestante ocorreu no século XVI, mais de 400 anos após o Grande Cisma.

A alternativa (C) está incorreta, pois a heresia dos albigenses foi condenada pelo papa Inocêncio II em 1208, mais de 150 anos após o Grande Cisma.

O Grande Cisma do Oriente foi um evento de grande importância na história do cristianismo. Ele marcou a divisão da Igreja cristã em duas vertentes que até hoje permanecem separadas.

5) Leia o texto abaixo:

Tão grande era o número de mortos que, escasseando os caixões, os cadáveres eram postos em cima de simples tábuas. Não foi um só o caixão a receber dois ou três mortos simultaneamente. Também não sucedeu uma vez apenas de esposa e marido, ou dois e três irmãos, ou pai e filhos, serem enterrados no mesmo féretro […].

Para dar sepultura à grande quantidade de corpos que se encaminhavam a qualquer igreja, todos os dias, quase toda hora, não era suficiente a terra já sagrada; e menos ainda seria suficiente se se desejasse dar a cada corpo um lugar próprio, conforme o antigo costume. Por isso, passaram-se a edificar igrejas nos cemitérios, pois todos os lugares estavam repletos, ainda que alguns fossem muito grandes; punham-se nessas igrejas, às centenas, os cadáveres que iam chegando; e eles eram empilhados como as mercadorias dos navios […].” BOCCACCIO, Giovanni. Decamerão. São Paulo: Abril, 1981.

O testemunho do escritor italiano Boccaccio faz referência ao advento da Peste Negra na Europa ocidental, a qual acelerou a crise do sistema feudal dos séculos XIV e XV.

Assinale, entre as alternativas abaixo, o fator ao qual essa crise pode ser relacionada.

  • A) Nos séculos XIV e XV, a economia europeia tornou-se predominantemente urbana, o que acarretou a falta de trabalhadores no campo para a produção agrícola. Sem boas condições de alimentação, a população ficou mais sujeita às doenças.
  • B) O crescimento demográfico afirmou-se ao longo da Baixa Idade Média até um ponto em que a produção do sistema feudal não foi mais capaz de alimentar a população que ficou fragilizada.
  • C) As técnicas de produção eram muito desenvolvidas para a época, a ponto de provocarem uma superprodução que gerou o desequilíbrio do sistema.
  • D) A servidão, instaurada como forma predominante de trabalho na Europa ocidental a partir do século XV, enfraqueceu a população e levou à mortalidade endêmica.
FAZER COMENTÁRIO

A alternativa correta é A) Nos séculos XIV e XV, a economia europeia tornou-se predominantemente urbana, o que acarretou a falta de trabalhadores no campo para a produção agrícola. Sem boas condições de alimentação, a população ficou mais sujeita às doenças.

A Peste Negra, que dizimou cerca de um terço da população europeia, foi um dos fatores que contribuíram para a crise do sistema feudal. A doença, que era transmitida por pulgas de ratos, atingiu principalmente as cidades, onde as condições de higiene eram precárias. A falta de trabalhadores no campo para a produção agrícola, aliada à falta de alimentos, agravou a crise do sistema feudal.

As alternativas (B), (C) e (D) estão incorretas.

A alternativa (B) está incorreta, pois o crescimento demográfico não foi o fator principal da crise do sistema feudal. A crise já estava em curso antes da Peste Negra, e a doença apenas acelerou o processo.

A alternativa (C) está incorreta, pois as técnicas de produção no sistema feudal eram rudimentares, e não existia superprodução.

A alternativa (D) está incorreta, pois a servidão era uma forma de trabalho que já existia na Europa medieval, e não foi instaurada a partir do século XV.

Além da Peste Negra, a crise do sistema feudal também foi causada por outros fatores, como as revoltas camponesas, a expansão do comércio e o renascimento urbano.

Continua após a publicidade..

6) As feiras na Idade Média constituíram-se de:

  • A) instrumentos de comércio local das cidades para o abastecimento cotidiano dos seus habitantes
  • B) áreas exclusivas de câmbio das diversas moedas europeias
  • C) locais de comércio de amplitude continental que dinamizaram a economia da época
  • D) locais fixos de comercialização da produção dos feudos
FAZER COMENTÁRIO

A alternativa correta é C) locais de comércio de amplitude continental que dinamizaram a economia da época.

As feiras medievais eram locais de comércio de amplitude continental que dinamizaram a economia da época. Elas eram realizadas em períodos regulares, geralmente em dias santos, e atraíam mercadores de diversas partes da Europa. Nas feiras, eram comercializados produtos de diversos tipos, como alimentos, tecidos, especiarias e manufaturados.

As alternativas (A), (B) e (D) estão incorretas.

A alternativa (A) está incorreta, pois as feiras medievais não eram instrumentos de comércio local das cidades. Elas eram locais de comércio de amplitude continental.

A alternativa (B) está incorreta, pois as feiras medievais não eram áreas exclusivas de câmbio das diversas moedas europeias. Elas eram locais de comércio de mercadorias.

A alternativa (D) está incorreta, pois as feiras medievais não eram locais fixos de comercialização da produção dos feudos. Elas eram itinerantes, ou seja, mudavam de local periodicamente.